PREFEITURA DE CAIRU PROMETE TIRAR A ASTRAM COM FORÇA POLICIA

PREFEITURA DE CAIRU PROMETE TIRAR A ASTRAM COM FORÇA POLICIA

ASTRAM X PREFEITURA DE CAIRU, UM EMBATE QUE PROMETE MOBILIZAR A ILHA NESTA SEGUNDA FEIRA

 

Amanhã teremos um embate entre a ASTRAM e a Prefeitura de Cairu, segundo o advogado da associação, Dr. Daniel Pereira Lima, a prefeitura está querendo usar de força policial para impedir a ASTRAM de funcionar nos terminais hidroviários de Morro e Gamboa. A prefeitura de Cairu, alega que havia um contrato emergencial de 180 dias da AGERBA com a ASTRAM, porém nunca houve licitação, e por isso a associação ficou por um período de dois anos. Agora, a AGERBA resolveu entregar os terminais à prefeitura e eles querem assumir já na segunda-feira.

A ASTRAM disse que não sairá sem que haja um acordo, pois ali eles passaram dois anos dando manutenção e reformas nos terminais após a intervenção da AGERBA, mas desde os anos noventa que a ASTRAM controla e faz a manutenção desses terminais, sem contar que, existem dezenas de funcionários da associação que dependem desses empregos, e caso haja uma dissolução do contrato terá que idenizar a todos, pois não se pode deixar tantos pais de família sem ter uma solução dos seus empregos.

A prefeitura de Cairu, parece não estar pensando em levar o caso a justiça, creio que pensam em resolver na mão, pois na segunda-feira (08), mandou um representante seu, senhor Ednaldo Vieira Brito Filho (conforme o advogado Daniel Pereira em sua petição), acompanhado da Polícia Militar para fechar os terminais, conduzindo os funcionários a delegacia de polícia do Morro de São Paulo, conforme BO nº 0362/2017 datado de 08/05/2017.

Entrei em contato com o vereador Claudio Brito, por ser um empresário do ramo de transportes marítimos, e ele falou desconhecer sobre a ação de força policial na tomada dos terminais. Brito, disse que a AGERBA devolveu os terminais ao município e que o correto será a prefeitura assumir o comando dos terminais, pois além de ter recebido de volta esses terminais, eles ainda precisam de reparos.

Já a ASTRAM, alega que os terminais estão todos em estado de boa conservação e os gastos foram deles para essas manutenções. O advogado da ASTRAM entrou com um mandado de segurança para impedir que a prefeitura assuma o comando dos terminais nesta segunda. O Juiz Rulian Custódio, no seu despacho pede que a prefeitura no prazo de 10 (dez) dias preste informações.

Na verdade, isso tudo pode gerar um grande problema social para a região, pois a ASTRAM tem dezenas de funcionários que dependem desses empregos, esses funcionários estão empenhandos em defender a associação, dizem que estarão na segunda-feira em pé de guerra, pois reconhecem que são bem remunerados e poucas empresas pagam como a ASTRAM paga.

BLOG PELEGRINI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *